Conselhos/Dicas de Poupança


Ar Condicionado

Os aparelhos de ar-condicionado têm um consumo considerável de energia. Veja as dicas a seguir para reduzir o consumo do ar-condicionado:

  • Se está em casa lembre-se que alguns minutos são suficientes para ligar o ar-condicionado e obter uma temperatura agradável; Sempre que se ausentar por muito tempo do local onde está instalado o ar-condicionado, desligue o aparelho.
  • Utilize um termostato para controlar a qualquer momento a temperatura. Substituir as lâmpadas incandescentes por fluorescentes com maior eficiência energética auxilia na diminuição do consumo do ar-condicionado.
  • Sabia que por cada grau de temperatura o consumo de energia do ar condicionado pode variar entre 4 e 6%? Mantenha a temperatura do aparelho agradável e o consumo será menor. 
  • Defina a temperatura do seu sistema de climatização para 21ºC ou 22ºC no Verão e 19ºC no Inverno. Estas são as temperaturas em que a maior parte da população se sente confortável. Mais ou menos 1ºC implica mais 10% no consumo de energia.
  • Limpe sempre os filtros do seu ar-condicionado, porque a sujidade impede que o ar circule livremente e aumenta o consumo do ar-condicionado. Na limpeza periódica deve estar incluída a limpeza do condensador, é muito importante retirar completamente qualquer substância usada na lavagem para evitar a corrosão do aparelho.
  • Portas e janelas abertas facilitam a entrada do calor nos ambientes onde o ar-condicionado está instalado. Isso faz com que o compressor funcione por mais tempo, aumentando o consumo do aparelho.
  • Instale o aparelho em um local com boa circulação de ar, isso fará com que o ar-condicionado trabalhe menos.
  • Tente evitar que a parte externa do ar-condicionado fique exposta diretamente ao sol, porque isso causará um aumento da temperatura do aparelho, fazendo com que ele liberte menos calor para o ambiente, e ficará com o compressor mais tempo ligado, aumentando o consumo de energia.
Iluminação

A maioria das casas de habitação pode reduzir o consumo de electricidade para iluminação entre 15 a 20%, sem prejuízo de usufruir dos benefícios de uma luz de melhor qualidade. Veja as dicas a seguir para reduzir o consumo de eletricidade em casa:

  • Instale ao longo da sua casa e escritório, vários interruptores para ligar apenas aqueles que são precisos e quando for preciso.
  • Consoante as suas necessidades e aproveitando por exemplo, a substituição de uma lâmpada fundida, troque as lâmpadas tradicionais por lâmpadas de baixo consumo, que duram 8 vezes mais, economizando 80% do consumo de energia elétrica.
  • Sempre que seja possível, aproveite a luz natural. Use-a apenas quando necessário. Não deixe as luzes acesas em locais que não está a utilizar.
  • Evite deixar as luzes acessas, caso não esteja no local.
  • De acordo com a Quercus, a troca (de lâmpadas incandescentes e/ ou de halogéneo) por lâmpadas economizadoras (fluorescentes e LED) permite que uma família poupe 2,1% no consumo de electricidade. Além disso, o período de vida destas lâmpadas é 2 a 3 vezes maior.
  • A utilização de lâmpadas fluorescentes em sítios onde necessite de maior quantidade de luz durante mais tempo, permite uma poupança de energia até 80%, e têm uma duração entre 8 a 10 vezes maior que as lâmpadas incandescentes. Deixe-as ligadas se vai estar ausente menos de 20 minutos.
  • Os detetores de presença são luzes que funcionam automaticamente, são muito práticos e poupam energia
  • Nos “halls”, garagens ou outras zonas comuns, coloque detectores de presença para que as luzes se acendam e apaguem automaticamente, assim existirá uma poupança maior de energia.
  • Com uma iluminação localizada poupa e consegue ter um ambiente mais confortável.
  • Limpe assiduamente as lâmpadas.

Aquecimento Central
  • Quando sair por algumas horas, deixe o aparelho ligado a uma temperatura de 15ºC, uma vez que está temperatura equivale a um modo económico.
  • É importante ajustar o termóstato a uma temperatura de 20ºC em vez de 21ºC pois é suficiente para sentir conforto e significa uma poupança de 10% na energia.
  • Evite perdas de calor, certificando-se que há noite as janelas ficam bem fechadas.
  • Desligue o aquecimento à noite. Aquando da utilização do equipamento durante o dia, verifique se as janelas se encontram fechadas.
  • Faça manutenções adequadas à caldeira e poupará até 15% de energia
  • Não deve cubrir nem colocar nenhum objecto ao lado do equipamento.
Cozinha

A cozinha pode representar 11% do seu consumo de energia. Propomos algumas dicas para reduzir o consumo:

  • Aproveite o calor residual, desligando o fogão alguns minutos antes de terminar de cozinhar.
  • As placas de indução consomem 20% a menos de eletricidade que as vitro-cerâmicas convencionais.
  • Sempre que possível, utilize panelas de pressão. Consomem menos e poupam muito tempo.
  • Regule a temperatura do frigorifico e congelador de acordo com as instruções do fabricante (por cada grau mais frio, o consumo de energia aumenta 5%)
  • Deve colocar o frigorífico o mais longe possível das fontes de calor (sol, forno, radiadores, etc.).
  • Não coloque alimentos quentes no frigorífico ou no congelador. Deixe-os arrefecer fora e poupará energia.
  • Mantenha as portas abertas o menos tempo possível e verifique se estão fechadas correctamente.
  • Se vai comprar um frigorífico, escolha o modelo mais eficiente e ecológico, classe A+ ou A++, porque permitem poupar até 70% .
  • Retire o gelo que se instala nestes equipamentos quando atingir aproximadamente 3mm de espessura, assim consegue poupar até 30% de energia.
  • Procure não abrir o forno desnecessariamente. Cada vez que o faz, pode estar a perder até 20% do calor acumulado.
  • Utilize o relógio do forno.
  • Optimize o uso dos equipamentos, aproveitando o calor ou o frio para mais do que uma tarefa.
  • Não é necessário pré-aquecer o forno para cozinhados superiores a uma hora, assim poupará energia. Apague o forno um pouco antes de finalizar o preparado. O calor residual será suficiente para acabar.
  • Desligue os aparelhos elétricos que não utiliza, já que gastam energia e geram calor.
  • Usar o microondas ou a vitrocerâmica, consome menos energia se utilizar o forno ao mesmo tempo.
  • Lavar os pratos com água quente, consome 40% a mais de energia que a máquina de lavar loiça.
  • Se for comprar uma máquina de lavar loiça, escolha um modelo eficiente e ecológico de classe A, pois permite poupar mais de 45% relativamente aos da classe D.
  • Aproveite ao máximo a capacidade da sua máquina e seleccione o programa adequado.
  • Uma boa manutenção das máquinas, melhora o comportamento energético: limpe sempre o filtro e coloque abrilhantador e sal. Coloque corretamente os utensílios para assegurar os níveis de sal e abrilhantador recomendados.

Electrodomésticos

O ferro de passar, as torradeiras e os secadores por produzirem calor têm potências maiores e consumem mais energia que os restantes pequenos eletrodomésticos. Propomos algumas dicas para reduzir o consumo:

  • Sempre que puder, use programas de lavagem a temperaturas moderadas, uma vez que reduz metade do gasto energético.
  • Utilize ao máximo a capacidade da sua máquina. Reduzirá o consumo de água, detergente e energia. Além disso, prolongará a vida do seu electrodoméstico.
  • Se tiver de comprar uma máquina nova, escolha com centrifugação a alta velocidade. A roupa sairá mais seca e reduzirá o tempo de utilização da máquina de secar roupa. Escolha, também, modelos eficientes e ecológicos de classe A, que permitem poupar mais de 45% em relação à classe D (por exemplo). Uma máquina de lavar com centrifugação a 1.200 rotações, ao invés de 700, reduz o consumo da máquina de secar em 20%.
  • Existem computadores e impressoras com sistemas de poupança de energia.
  • Utilize ao máximo a capacidade da sua máquina.
  • As máquinas com programas de meia carga reduzem o consumo de forma considerável.
  • Utilize ao máximo a capacidade das suas máquinas. Reduzirá o consumo de água, detergente e energia. Além disso, prolongará a vida do seu eletrodoméstico.
  • Sempre que puder, tente secar a roupa ao ar livre.
  • Mantenha os filtros sempre limpos.
  • Programe a lavagem da loiça/roupa para os períodos noturnos, caso utilize ciclos bi-horário ou tri-horário.
  • Utilize os programas de baixa temperatura da sua máquina, exceto para roupa muito suja, assim poupará energia.
  • Em ausências superiores a 30 min. desligue totalmente os televisores e os equipamentos para poupar energia.
  • A maior fatia de consumo do computador vai para o monitor. Se o computador ficar a realizar alguma tarefa que não requer a sua presença, desligue o monitor. Os ecrãs LCD ligados poupam 37% de energia e 40% em modo de espera.
  • Faça uma limpeza assídua aos seus equipamentos.

Usamos cookies nos nossos sites para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Saiba mais